Entre flores, borboletas e joaninhas: representações da deficiência na literatura infantil brasiliense

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar representações da deficiência em obras de literatura infantil brasi­liense. Os estudos de Vigotski (1997) sobre desenvolvimento atípico, presentes na obra Defectologia, nos servem de apoio para esse breve estudo. Ressalta-se o princípio que considera a distinção entre o caráter primário do defeito que está re­lacionado à perspectiva biológica e um caráter secundário relacionado ao impacto social desdobrado do defeito primário na vida da pessoa. Pessoas com deficiência estão inseridas em contextos sociais e tomam consciência de suas limitações e potencialidades de desenvolvimento nessa relação. Para compreensão desse princípio que articula em unidade aspectos individuais e sociais optamos nesse texto por trazer a literatura infantil, compreendida como arte, ou seja, como técnica social do sentimento, em que o autor também assume uma abordagem dialética na relação entre o individual e o coletivo na experiência estética. Desse modo, a análise interpretativa desta pesquisa, baseada em cinco obras de literatura infantil brasiliense, possibilitou categorizarmos três dimensões, a saber: a) deficiência como falta ou diferença da normatividade, destacando o papel do social no desenvolvimento; b) deficiência numa perspectiva eussêmica que se orienta para as poten­cialidades de desenvolvimento, apresentando possibilidades e novas formas das crianças em lidar com as novas situações sociais de desenvolvimento; e c) deficiência como condição especial de desenvolvimento, mas não como único fator.


Palavras-chave: Deficiência. Teoria Histórico-Cultural. Literatura Infantil. Literatura Infantil Brasiliense. Experiência Estética.

Publicado
Mai 29, 2020
##submission.howToCite##
VIEIRA, Débora Cristina Sales da Cruz; MADEIRA-COELHO, Cristina Massot; VELHO, Carolina Helena Micheli. Entre flores, borboletas e joaninhas: representações da deficiência na literatura infantil brasiliense. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, [S.l.], v. 7, n. 2, p. 181-187, maio 2020. ISSN 2359-2494. Disponível em: <http://periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/873>. Acesso em: 03 jul. 2020.