A profissionalidade e os sentidos de humanização docente na inclusão escolar: Analisando o Distrito Federal

  • Loyane Guedes Santos Lima Universidade de Brasília (UnB)
  • Shirleide Pereira da Silva Cruz

Resumo

Este trabalho traz uma discussão sobre os elementos estruturantes da profissionalidade docente no contexto da inclusão escolar. Para tanto, foca na análise sobre os sentidos de humanização do professor na inclusão escolar com base nos pressupostos do materialismo histórico dialético, teoria histórico cultural e os sentidos construídos por professores da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal – SEEDF que estavam atuando em escolas inclusivas, nos anos iniciais do ensino fundamental, durante a pesquisa. Essa discussão faz parte do elemento visão de escola inclusiva no processo de humanização que dialoga ainda com os demais elementos da construção da profissionalidade analisada: as formas de organização do trabalho pedagógico e o enfrentamento das marcas do trabalho docente. Foram aplicados 600 questionários com o retorno de 179 professores respondentes. Com os resultados obtidos dessa pesquisa evidenciamos um movimento do professor em direção à luta pela humanização. Identificamos dois sentidos de humanização, a saber: o sentido de alienação, marcado pelo caráter assistencialista e clínico (foco no diagnóstico) e o sentido de emancipação, cujo professor percebe a peculariedade do sujeito, contudo, não limita seu desenvolvimento diante das questões biológicas, compreende a importância da  função social da escola, que é ensinar e desenvolver o conhecimento cientifico para todos os alunos.


Palavras-chave: Profissionalidade Docente. Inclusão Escolar. Sentidos de Humanização. Ensino Fundamental. Distrito Federal.

Publicado
Mai 29, 2020
##submission.howToCite##
LIMA, Loyane Guedes Santos; CRUZ, Shirleide Pereira da Silva. A profissionalidade e os sentidos de humanização docente na inclusão escolar: Analisando o Distrito Federal. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, [S.l.], v. 7, n. 2, p. 244-252, maio 2020. ISSN 2359-2494. Disponível em: <http://periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/829>. Acesso em: 03 jul. 2020.