O enfrentamento da violência contra a mulher no contexto da Educação de Jovens e Adultos: A experiência de uma escola da Cidade Estrutural

  • Maria Cristina Mesquita da Silva Universidade Católica de Brasília http://orcid.org/0000-0003-2158-0924
  • Luanna de Sousa Lacerda Secretaria de Educação do Distrito Federal
  • Maruska Fernandes Moreira Rios Secretaria de Educação do Distrito Federal

Resumo

O presente relato de experiência descreve o desenvolvimento do projeto “Mulher: uma maioria oprimida” em uma escola da rede pública do Distrito Federal, na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA), noturno, localizada na Cidade Estrutural, onde atuamos. Pretende-se, com esse trabalho, trazer à baila a importância do debate sobre o enfrentamento das violências relacionadas às questões de gênero, assim como a necessidade de empoderamento feminino no contexto social brasileiro, a fim de que possam ser superadas as situações de risco e violência às quais estão submetidas as mulheres na atualidade. A temática central do projeto foi discutida a partir do estudo da Lei Maria da Penha, que em 2018 completou 12 anos de publicação. Destacou-se, com o desenvolvimento do projeto, a importância de envolvimento dos estudantes nas discussões sobre a violência contra a mulher, de modo a contribuir para a sua tomada de consciência e ressignificar o conhecimento adquirido no contexto escolar, possibilitando-lhes a transformação das realidades de seu meio social.


Palavras-chave: Enfrentamento.  Violência. Mulheres. Lei Maria da Penha.

Publicado
Ago 29, 2019
##submission.howToCite##
SILVA, Maria Cristina Mesquita da; LACERDA, Luanna de Sousa; RIOS, Maruska Fernandes Moreira. O enfrentamento da violência contra a mulher no contexto da Educação de Jovens e Adultos: A experiência de uma escola da Cidade Estrutural. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, [S.l.], v. 6, n. 3, p. 132-137, ago. 2019. ISSN 2359-2494. Disponível em: <http://periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/647>. Acesso em: 12 nov. 2019.