Professoralidade docente na EJA: Cadeados que se abrem e fecham para os processos de leiturização como prática de letramento nas prisões do DF

  • Ana Cristina de Castro SEEDF

Resumo

Este artigo apresenta uma discussão sobre a professoralidade docente na Educação de Jovens e Adultos (EJA), com ênfase nos processos de leiturização e letramento nas prisões, visando a necessidade de implementar as políticas públicas educacionais previstas nos Plano Nacional de Educação – PNE (2014 – 2024) e Plano Distrital de Educação – PDE (2015-2024.), no âmbito nacional e local. Este estudo parte da análise dos problemas e das dificuldades da práxis docente nas prisões e investigar a ação docente frente aos processos de leiturização e letramento dos estudantes privados de liberdade, regularmente matriculados na Educação de Jovens e Adultos da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal – SEEDF. A metodologia utilizada com abordagem mista (qualitativa e quantitativa) e o instrumento de pesquisa utilizado foi à aplicação de um questionário online, constituído de sete questões abertas e fechadas. Participaram deste estudo nove professores da SEEDF, que atuam nos estabelecimentos penais do DF. Os resultados evidenciaram que há grande desvalorização e precarização do trabalho docente nas prisões, pois os recursos necessários para o trabalho pedagógico como livros didáticos apropriados e acervo paradidático são escassos e inadequados. E ainda, existe a limitação quanto à oferta de matriculas na EJA que atende, aproximadamente, 10% da população carcerária. Observou-se também, ausência de um trabalho preventivo ao corpo docente que possibilite o atendimento periódico, clinico e/ou psicológico. Urge a implementação e a execução das políticas públicas educacionais que promovam a valorização do trabalho docente, ampliação da oferta de vagas da EJA nas prisões, revitalização das bibliotecas, maior acesso aos livros aos privados de liberdade, como caminhos para a ressocialização aos privados de liberdade.

Publicado
Ago 21, 2018
##submission.howToCite##
CASTRO, Ana Cristina de. Professoralidade docente na EJA: Cadeados que se abrem e fecham para os processos de leiturização como prática de letramento nas prisões do DF. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, [S.l.], v. 5, n. 3, p. 247-254, ago. 2018. ISSN 2359-2494. Disponível em: <http://periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/403>. Acesso em: 25 set. 2018.