Uso de projetos como orientador do processo de aprendizagem: percepção dos discentes de um curso técnico em saúde bucal

  • Luiz Guilherme Loivos Azevedo Escola Técnica de Saúde de Brasília
  • Fabiana Maria Montandom ETESB
  • Gislaine Ribeiro Margon da Rocha ETESB
  • Ana Maria de Oliveira Carneiro
  • Wagner Gomes Reis
  • Marcella Moreira Jacobson

Resumo

O presente trabalho tem relata a percepção colhida dos estudantes de um curso técnico em saúde bucal de uma escola do SUS do Distrito Federal (Brasil), após a realização de um projeto de orientação do processo de aprendizagem. O trabalho teve como objetivo a formação de multiplicadores em saúde bucal e exigiu que os estudantes fizessem o registro de todas as etapas cumpridas em instrumento digital (site e mídias sociais). Após a coleta de impressões com os alunos, permitiu-se avaliar que o trabalho se mostrou motivador e adequado na construção de conhecimentos contextualizados, além de permitir a consolidação e aquisição de conteúdos. Sendo assim, o uso do projetos foi um recurso pedagógico capaz de integrar o conhecimento dado ao longo do curso técnico, aprimorá-lo e ainda se mostrou eficiente no desenvolvimento do domínio afetivo, à medida que exigiu resiliência no trato interpessoal e estimulou a troca de visões de mundo oferecida por cada participante.


Palavras-chave: Aprendizagem. Educação profissional. Ensino orientado ao projeto. 

Publicado
Dez 4, 2020
##submission.howToCite##
AZEVEDO, Luiz Guilherme Loivos et al. Uso de projetos como orientador do processo de aprendizagem: percepção dos discentes de um curso técnico em saúde bucal. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, [S.l.], v. 7, n. 4, p. 208-214, dez. 2020. ISSN 2359-2494. Disponível em: <http://periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/980>. Acesso em: 02 mar. 2021.