Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) acentua as diferenças entre as relações sociais com a educação durante a epidemia de Covid-19

Resumo

O presente texto tem como objetivo discutir a relação das escolas particulares e escolas públicas na preparação de estudantes para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 em plena pandemia de COVID – 19. Mostra o quanto essa competição é desleal, revelando privilégios históricos da elite e mantendo as populações humildes sem condições de competições justas no Exame. A falta de preparação das escolas públicas para proporem aulas mediadas coloca o estudante em condições de desvantagem frente à nova realidade mundial e nacional. Constata-se que a peça publicitária para o Enem encomendada pelo governo federal busca amenizar um problema histórico, falta de educação de qualidade para estudantes das escolas públicas em nosso país, passando a impressão de que todos os estudantes estão preparados da mesma forma para participar das provas, algo que historicamente não é verdade. 


Palavras-chave: Educação. Enem. Coronavírus.

Publicado
Ago 27, 2020
##submission.howToCite##
JÚNIOR, Dirceu Manoel de Almeida; SILVA, Tatiany Michelle Gonçalves da. Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) acentua as diferenças entre as relações sociais com a educação durante a epidemia de Covid-19. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, [S.l.], v. 7, n. 3, p. 111-115, ago. 2020. ISSN 2359-2494. Disponível em: <http://periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/901>. Acesso em: 28 set. 2020.