Limites e papeis sociais do professor e da família no ambiente escolar

  • Viviane Giusti Balestrin SEEDF
  • Patrícia Cristina Campos Ramos

Resumo

Este artigo tem por objetivo refletir sobre os limites e os papeis sociais do professor e da família no ambiente escolar, mais especificadamente na esfera da Educação Especial. Considera-se como aporte teórico a perspectiva histórico-cultural e contou com a participação de 16 professores da Educação Especial, atuantes em um Centro de Ensino Especial do Distrito Federal/DF. De modo geral, família e escola percebem o processo de escolarização sob perspectivas distintas. Sobre os limites de papeis, entendem-se que os limites da participação dos pais se encerram onde começam as competências dos professores. Família e escola (re)conhecem suas responsabilidades específicas, entretanto, não reconhecem as funções que compartilham e suas interrelações. O professor como protagonista desta relação, que constroi com a instituição de ensino onde trabalha um vínculo de confiança e diálogo, estará apto a oferecer o mesmo aos seus alunos e respectivas famílias. Desta forma, a escola deve oferecer espaços de acolhida, escuta e despertar a valorização destes profissionais e suas famílias. Afinal, a inclusão passa por todos os segmentos escolares.


Palavras-chave: Educação Especial. Família. Escola. Professores.

Publicado
Mai 29, 2020
##submission.howToCite##
BALESTRIN, Viviane Giusti; RAMOS, Patrícia Cristina Campos. Limites e papeis sociais do professor e da família no ambiente escolar. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, [S.l.], v. 7, n. 2, p. 234-243, maio 2020. ISSN 2359-2494. Disponível em: <http://periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/886>. Acesso em: 03 jul. 2020.