Traçados da arte-educação nas escolas-parque de Brasília: Escrevendo uma história na Capital

Resumo

O trabalho tem por objetivo (re)conhecer os traçados das práticas pedagógicas que transpassam a arte-educação nas escolas-parque de Brasília. A abordagem metodológica empregada foi uma revisão sistemática da literatura na qual foram analisadas teses, dissertações, livros e capítulos de livros entre os anos de 1960 e 2018. Essa revisão fundamentou-se na sequência de seis passos de pesquisa sugerida por Soni e Kodali (2011). Nessa direção, alcançamos 14 produções científicas. Para auxiliar na compreensão dos estudos e na consolidação dos eixos de análise, aportamo-nos em textos do educador Anísio Teixeira (1959; 1961). Os resultados sugerem que as práticas pedagógicas em arte nas escolas-parque de Brasília teceram representações educacionais, culturais e identitárias para a Capital. Além disso, puseram-se como rotas de autoexpressão, liberdade e resistência.


Palavras-chave: Escolas-parque. Arte-educação. Brasília.

Publicado
Mar 31, 2020
##submission.howToCite##
VASCONCELOS, Rafaella Lira Silva dos Santos de; WIGGERS, Ingrid Dittrich. Traçados da arte-educação nas escolas-parque de Brasília: Escrevendo uma história na Capital. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, [S.l.], v. 7, n. 1, p. 53-59, mar. 2020. ISSN 2359-2494. Disponível em: <http://periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/792>. Acesso em: 25 maio 2020.