Corpo e concreto: Notas sobre o cotidiano ‘arquitetônico’ das escolas-parque de Brasília

  • Tayanne da Costa Freitas SEEDF E UnB
  • Laryssa Mota Guimarães Rocha Universidade de Brasília
  • Ingrid Dittrich Wiggers UnB

Resumo

As escolas-parque ocuparam lugar de destaque no Plano de Construções Escolares de Brasília, idealizado por Anísio Teixeira. Apresentam elementos arquitetônicos, históricos e filosóficos com aspectos arrojados, sugerindo uma educação integral e com uma intencionalidade sobre educação do corpo, além de um entusiasmo para com a infância. Com base nesses aspectos esse texto tem por identificar e analisar aspectos do cotidiano das aulas de educação física vivenciadas pelas crianças das cinco escolas-parques de Brasília. Evidenciamos que os cotidianos e as aulas de educação física pautaram-se por respeitar as particularidades da cultura infantil. Dessa forma, concluímos que a proposta pedagógica das escolas-parque e os projetos arquitetônicos diferenciados proporcionam elementos para uma educação integral.


Palavras-chave: Escolas-parque. Educação Física. Educação do corpo.

Publicado
Mar 31, 2020
##submission.howToCite##
FREITAS, Tayanne da Costa; GUIMARÃES ROCHA, Laryssa Mota; WIGGERS, Ingrid Dittrich. Corpo e concreto: Notas sobre o cotidiano ‘arquitetônico’ das escolas-parque de Brasília. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, [S.l.], v. 7, n. 1, p. 67-74, mar. 2020. ISSN 2359-2494. Disponível em: <http://periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/772>. Acesso em: 25 maio 2020.