Mobilidade e trânsito: Relato descritivo

  • Cláudia de Souza Silva SEEDF

Resumo

Como são as estratégias aplicadas aos estudantes da educação especial das escolas públicas a partir da temática Trânsito, potencializando aprendizagens e modificando comportamentos? Uma vez que se discute sobre essa modalidade de ensino abordar a temática, é de extrema importância, principalmente, no que resulta verificar a realidade escolar da qual estão inseridos e os possíveis resultados gerados em torno das aprendizagens alcançadas na escola perpassando seus muros. Como são cidadãos que transitam pelas ruas, utilizando transportes motorizados ou como pedestres é necessário trabalhar o comportamento consciente deles quanto ao uso adequado e à atenção no transitar diário. De certo que não são condutores de veículos, mas como cidadãos podem alertar familiares quanto à atenção e ao uso adequado de itens de segurança ou na mobilidade consciente. Nesse sentido, as estratégias devem adequar-se em prol de oferecer subsídios, potencializando as particularidades e o crescimento gradativo de cada um. Para tanto, foram realizadas intervenções com duas turmas em realidades diagnósticas distintas. Em 2018, com uma turma de Deficientes Intelectuais (DI) no Centro de Ensino Especial 01 de Taguatinga e, em 2019, na Classe Especial em turma com Transtorno de Espectro Autista (TEA) no Centro Educacional 05 de Taguatinga a partir da abordagem oferecida pelo curso “Trânsito e Mobilidade”, ofertado aos professores das escolas públicas em convênio com a SEEDF e o DETRAN. Como se trata de estudantes especiais, todas as atividades foram adaptadas antes de serem aplicadas no intuito de haver maior participação autônoma desses estudantes.                         


Palavras-Chave: Trânsito. Formação. Aprendizagens. Desenvolvimento. Interação e Adaptação.

Publicado
Ago 29, 2019
##submission.howToCite##
SILVA, Cláudia de Souza. Mobilidade e trânsito: Relato descritivo. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, [S.l.], v. 6, n. 3, p. 202-206, ago. 2019. ISSN 2359-2494. Disponível em: <http://periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/677>. Acesso em: 22 set. 2019.