Mobilidade sustentável: É preciso educar para um trânsito sem violência

  • Vanilda Costa Lopes SEEDF

Resumo

O crescimento desordenado das construções, o aceleramento da urbanização e a ausência de planejamento ocasiona o que chamamos de Crise de Mobilidade Humana. O excesso de veículos, a falta de respeito às leis de trânsito, o estresse e a intolerância vêm fazendo suas vítimas a todo momento. A humanidade perece com a velocidade desses acontecimentos. A violência e a intolerância têm sido uma prática constante levando muitos motoristas a não respeitarem os ciclistas e os pedestres. O estado investe milhões em campanhas de conscientização, e em outros instrumentos a fim de educar os motoristas, todavia muitos continuam desrespeitando às leis de trânsito. Levando em consideração esses aspectos, este relato mostra o projeto que a Escola Classe 604 de Samambaia pretende trabalhar sobre a temática mobilidade e trânsito sem violência, objetivando conscientizar a comunidade escolar sobre a importância do diálogo e do respeito para uma cultura de paz no trânsito. Ninguém melhor do que nossas crianças para exercer o papel de mediador e multiplicador de uma consciência coletiva onde o respeito e a tolerância são fundamentais para convivermos pacificamente no trânsito. Os alunos farão uso de material pedagógico como livros didáticos, jogos pedagógicos, vídeos, entre outros recursos disponibilizados pelo Detran/DF. Construirão maquetes, e brinquedos que serão utilizados pelo aluno tanto em sala de aula quanto em casa. Os estudantes levarão tarefas para casa e os pais poderão acompanhá-los e orientá-los. Este trabalho visa conscientizar a comunidade escolar a fim de melhorar a comunicação no trânsito e torná-lo mais pacífico.   


Palavras-chave: Mobilidade. Trânsito. Respeito


 


SUMMARY: The disorderly growth of buildings, the acceleration of urbanization and the lack of planning lead to what we call the Human Mobility Crisis. Too many vehicles, lack of respect for traffic laws, stress and intolerance have been making their victims all the time. Humanity perishes with the speed of these events. Violence and intolerance have been a constant practice leading many drivers to disregard cyclists and pedestrians. The state invests millions in awareness-raising campaigns and other tools to educate drivers, yet many continue to disregard traffic laws. Taking these aspects into consideration, the Class 604 School will work on the theme of mobility and traffic without violence, aiming to raise awareness among the school community about the importance of dialogue and respect for a culture of peace in traffic. No one better than our children to play the role of mediator and multiplier of a collective conscience where respect and tolerance are fundamental to peacefully living in traffic. Students will make use of educational material such as textbooks, educational games, videos, among other resources provided by Detran/DF. They will build models, and toys that will be used by the student both in the classroom and at home. Students will take home assignments and parents will be able to accompany and guide them. This work aims to raise awareness among the school community in order to improve communication in traffic and make it more peaceful.     


KEYWORDS: Mobility, Traffic, Respect     

Publicado
Ago 29, 2019
##submission.howToCite##
LOPES, Vanilda Costa. Mobilidade sustentável: É preciso educar para um trânsito sem violência. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, [S.l.], v. 6, n. 3, p. 215-218, ago. 2019. ISSN 2359-2494. Disponível em: <http://periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/670>. Acesso em: 12 nov. 2019.