O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb): Uma década de monitoramento da qualidade da educação

  • Thamara Maria Souza seedf
  • Alisson Moura Chagas Universidade Católica de Brasília
  • Rita de Cassia A. Abrantes dos Anjos Universidade Católica de Brasília

Resumo

O presente artigo objetiva discutir os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) dos anos iniciais do Ensino Fundamental, tendo em vista haver completado uma década de sua implantação na rede pública de ensino do país. O estudo passa por uma revisão de literatura e análise documental que trata das seguintes temáticas: Qualidade da Educação; Avaliação do Sistema Escolar e Ideb. No quadro teórico os autores: Libâneo (2004); Oliveira; Araújo (2005); Horta Neto (2010); Libâneo, Oliveira, Tochi (2012) fundamentam a discussão. Para análise documental utilizou-se o resumo técnico dos resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica 2005-2015 do Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos Anísio Teixeira (Inep) e o Relatório do 2º ciclo de monitoramento das metas do Plano Nacional da Educação (PNE). Os principais resultados encontrados foram que as médias do Ideb observadas na Educação Básica do país encontram-se distantes de atingirem as metas projetas para 2024, término da vigência do PNE.

Publicado
Mai 27, 2019
##submission.howToCite##
SOUZA, Thamara Maria; CHAGAS, Alisson Moura; DOS ANJOS, Rita de Cassia A. Abrantes. O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb): Uma década de monitoramento da qualidade da educação. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, [S.l.], v. 6, n. 2, p. 57-62, maio 2019. ISSN 2359-2494. Disponível em: <http://periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/588>. Acesso em: 20 ago. 2019.