Práticas educativas e o desenvolvimento da musicalidade dos bebês: pensando o contexto da creche

  • Andréia Pereira de Araújo Martinez SEEDF

Resumo

Cada vez mais precocemente, os bebês adentram em contextos da Educação Infantil, devido as mais diversas necessidades das famílias e, também, em atenção aos direitos a educação da própria criança. Nesse sentido, o contexto da creche se constitui em mais um espaço educativo em que os bebês podem vivenciar experiências sonoro-musicais em meio as atividades culturais e as relações sociais, pois a musicalidade humana é uma atividade humana que se constitui na cultura. Professoras e professores podem contribuir nesse processo, planejando e realizando intencionalmente, atividades sonoro-musicais, em meio as mais diversas situações cotidianas que ocorrem no contexto da creche, lembrando que existe uma unidade entre o cuidado e a educação, isso também, em relação as atividades musicais. As discussões aqui suscitadas, partem da perspectiva histórico-cultural, que tem em Vigotski, seu precursor.

Publicado
Abr 18, 2018
##submission.howToCite##
MARTINEZ, Andréia Pereira de Araújo. Práticas educativas e o desenvolvimento da musicalidade dos bebês: pensando o contexto da creche. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, [S.l.], v. 5, n. 2, p. 126-132, abr. 2018. ISSN 2359-2494. Disponível em: <http://periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/379>. Acesso em: 16 ago. 2018.