A arte-educação como instrumento na luta por uma educação antirracista

  • Marizeth Ribeiro da Costa Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF)
  • Catia Candido da Silva Universidade de Brasília (UnB) / Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF)

Resumo

Este relato, muito próximo de uma pequena biografia, tem como objetivo apresentar a trajetória de vida de um profissional da educação da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal, Alberto Roberto da Costa, com foco em sua última experiência pedagógica: a participação em uma transmissão ao vivo (Live) cuja temática foi “Racismo e antirracismo no espaço escolar”. Educador negro, durante 23 anos de trabalho docente, por meio da linguagem artística, Alberto engajou-se na luta cotidiana contra o racismo nas escolas e acreditava que por meio da educação seria possível a construção de uma sociedade mais justa. Seu legado sobre o respeito às diferenças, amor, resistência, fé, amizade, total valorização das artes e importância dos estudos e pesquisas, serviu e serve de referência ao trabalho pedagógico as escolas públicas brasilienses. Graduado e Mestre em Artes, Alberto vinha desenvolvendo sua pesquisa de doutorado em educação com foco nos saberes afro-referenciados quando foi acometido pela Covid-19, vindo a falecer em dezembro de 2020, aos 43 anos. Em respeito à sua trajetória e reconhecendo todo o trabalho por ele desenvolvido, realizamos este breve relato-biografia de seu último trabalho na SEE-DF: a participação em um encontro virtual de transmissão ao vivo (Live) de uma palestra marcante sobre a temática da educação antirracista, organizada e transmitida pela Coordenação Regional do Ensino do Gama. Portanto, este texto, muito mais que uma produção acadêmica, configura-se como uma homenagem, na figura deste educador, a todos os profissionais que dedicaram e dedicam suas vidas no combate ao racismo estrutural flagrante na sociedade brasileira.


Palavras-chave: Arte-educação. Educação antirracista. Alberto Roberto Costa.


Art-education as a tool in the fight for an anti-racist education


Abstract: This text, very close to a short biography-report, aims to present the trajectory of life and professional life of a teacher at the State Department of Education of the Federal District and his struggle for an anti-racist education: Alberto Roberto Costa, who died in December 2020. The text emphasizes his last pedagogical experience: participation in a live broadcast, organized and broadcast by the Regional Coor denation of Teaching in Gama, whose theme was “Racism and anti-racism in the school environment”. A Black educator, graduated and Master in Arts, during 23 years of teaching work, Alberto was engaged in the daily struggle against racism in public schools, as he believed that through education it would be possible to build a fairer society. His legacy on respecting differences and valuing ancestry has served as a reference for the pedagogical work carried out in many public schools and institutions in Brasilia. In 2020, Alberto was developing his doctoral research in education with a focus onin the Afro-referenced knowledge, when he was inffected by Covid-19, dying at 43 years of age. In respect to his trajectory and recognizing all the work he developed, this brief text configures itself as a tribute to him and to all education professionals who have dedicated and dedicate their lives to combating structural racism in Brazilian society.


Keywords: Art education. Anti-racist education. Alberto Roberto Costa.

Publicado
Nov 27, 2021
##submission.howToCite##
COSTA, Marizeth Ribeiro da; SILVA, Catia Candido da. A arte-educação como instrumento na luta por uma educação antirracista. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, [S.l.], v. 8, n. 4, p. 196-199, nov. 2021. ISSN 2359-2494. Disponível em: <http://periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/1076>. Acesso em: 27 maio 2022.