Organização Curricular Afrocentrada: o Afrofuturismo como abordagem no ensino de Física

  • Matheus Laercio de Jesus Silva Universidade Federal do Rio Grande (FURG)

Resumo

O presente artigo, aborda a análise do pensamento físico nas estruturas que se manifestam o afrofuturismo, tendo como objetivo uma produção de conhecimento científico para fomentar a presença da lei 10.639 no currículo de Física do Ensino Médio. Para isso, foi traçado as diversas manifestações da literatura afrofuturistica, envolvendo os subgêneros: Mitologia, Viagem no Tempo, Realidade Paralela, Horror de Sobrevivência, Ficção Cientifica e Monstro. Faz-se perceber que a produção e a implementação desse conhecimento científico no ensino de física, apesar de beirar a inexistência, satisfaz diversas habilidades exigidas por metodologias antirracistas no ensino de ciências, e por documentos oficiais que regularizam a educação. O atual cenário, de menor grau hierárquico nos conteúdos antirracistas da Física, mostra a necessidade de tratarmos dessas epistemologias alternativas que foram invisibilizadas ao longo da história, em busca de uma educação que mostre os saberes dos sujeitos de diáspora afro-brasileiros no pensamento físico. Promovendo uma educação libertadora, e emancipatória no século XXI.


Palavras-chave: Afrofuturismo. Currículo. Ensino de Física. Ensino Médio. Antirrascismo. 


Afro-centered Curriculum Organization: Afrofuturism as an approach in the teaching of Physics


Abstract: This article addresses the analysis of physical thought in the structures that manifest Afrofuturism, aiming to produce scientific knowledge to promote the presence of law 10.639 in the high school physics curriculum. For this, the various manifestations of Afrofuturistic literature were traced, involving the subgenres: Mythology, Time Travel, Parallel Reality, Survival Horror, Science Fiction and Monster. It is clear that the production and implementation of this scientific knowledge in physics education, despite bordering on non-existence, satisfies several skills required by anti-racist methodologies in science education, and by official documents that regulate education. The current scenario, with less hierarchical degree in the anti-racist contents of Physics, shows the need to deal with these alternative epistemologies that have been made invisible throughout history, in search of an education that shows the knowledge of Afro-Brazilian diaspora subjects in physical thought. Promoting liberating and emancipatory education in the 21st century.


Keywords: Afrofuturism. Curriculum. Teaching Physics. High school. Anti-racism.


 

Publicado
Ago 31, 2021
##submission.howToCite##
SILVA, Matheus Laercio de Jesus. Organização Curricular Afrocentrada: o Afrofuturismo como abordagem no ensino de Física. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, [S.l.], v. 8, n. 3, p. 58-69, ago. 2021. ISSN 2359-2494. Disponível em: <http://periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/1071>. Acesso em: 27 out. 2021.