Identificando fragilidades no Ensino de Ciência na Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal

  • André Luís Miranda de Barcellos Coelho Secretaria de Educação do Distrito Federal

Resumo

Este trabalho tem o objetivo de identificar as fragilidades no ensino de Ciências Naturais na Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF). Esta análise é baseada nos resultados do PISA para Ciências Naturais, na prova diagnóstica realizada pela SEEDF para Leitura e Matemática e na experiência profissional e acadêmica do autor deste trabalho. Apesar das limitações inerentes a testes padronizados, é possível certa triangulação de dados advindos de várias fontes, a fim de vislumbrar um quadro mais claro sobre o atual estado da educação básica da SEEDF. É possível, também, produzir um quadro atual mais apurado por meio do estudo da série histórica dessas provas, o que pode sugerir pontos fortes da educação, bem como suas deficiências crônicas. Para Ciências Naturais, especificamente, as dificuldades são ainda mais severas. Isto porque a maior parte dos testes padronizados se restringe em medir a proficiência estudantil em leitura e Matemática. É sintomático para o Ensino de Ciências que as mesmas fragilidades nessas áreas sejam identificadas ano após ano. Essas fragilidades crônicas também revelam que ainda não fomos capazes de fazer algo efetivo a respeito. Isto é, ao longo do tempo, as ações engendradas tiveram pouco impacto sobre estas fragilidades. Nesse sentido, identificar as fragilidades do sistema de ensino científico da rede pública do Distrito Federal constitui um passo importante para superá-las.


Palavras-chave: Ensino de Ciências. Testes padronizados. Avaliação no ensino de Ciências. Formação continuada. Formação inicial.

Publicado
Dez 5, 2020
##submission.howToCite##
COELHO, André Luís Miranda de Barcellos. Identificando fragilidades no Ensino de Ciência na Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, [S.l.], v. 7, n. 4, p. 93-101, dez. 2020. ISSN 2359-2494. Disponível em: <http://periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/688>. Acesso em: 26 jul. 2021.