Políticas públicas educacionais, docência universitária e formação do pedagogo: Uma reflexão contra-hegemônica

  • Beatriz Gontijo Jesus Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás

Resumo

No presente artigo, por meio de um levantamento bibliográfico com uma abordagem qualitativa, se expõe alguns aspectos a respeito da docência universitária e da formação docente no Brasil, abordando as complexidades e contradições destas temáticas, com reflexões de cunho teórico, histórico, subjetivo, social e econômico. Em especial, busca-se analisar e compreender as influências das políticas públicas educacionais internacionais e nacionais na docência universitária e na formação docente, com foco no curso de Pedagogia. Além de analisar, compreender e debater o posicionamento contra-hegemônico aos ditames do projeto neoliberal na docência e na formação, com base na perspectiva bildung para o desenvolvimento da autonomia docente, considerando os aspectos intelectuais, subjetivos, afetivos, políticos, sociais e culturais na busca de um ensino universitário emancipador, em que se possibilite que docente e discente sejam sujeitos ativos no processo de ensino e aprendizagem. Discussões estas alicerçadas no método materialismo histórico dialético (MHD), que busca entendimento dos condicionantes sociais, históricos, ideológicos e culturais do objeto estudado, considerando-se, que enquanto sujeitos ativos, podemos modificar a realidade, sendo está cheia de contradições.

Publicado
Nov 29, 2018
##submission.howToCite##
JESUS, Beatriz Gontijo. Políticas públicas educacionais, docência universitária e formação do pedagogo: Uma reflexão contra-hegemônica. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, [S.l.], v. 5, n. 4, p. 51-61, nov. 2018. ISSN 2359-2494. Disponível em: <http://periodicos.se.df.gov.br/index.php/comcenso/article/view/560>. Acesso em: 10 dez. 2018.